sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo!!

domingo, 19 de dezembro de 2010


Feliz Natal !!
(Teresa Augusto Shanor)

Nesse ano que acaba
Deixo tudo como nada
Fica o presente passado
No meu armário guardado

Partirei para o outro ano
Com muita esperança e alegria
Jogo tudo que não presta
E faço logo mais uma festa

Sei que serei mais feliz
Sei que sorrirei bastante
Sei que amigos maravilhosos
Ficarão em momentos gostosos
E sempre segurarão minha mão
Quando eu perder o chão

Obrigada meus amigos
Pelo belo caminhar
Por todo o companheirismo
Que sempre quiseram me dar

Sou feliz e muito rica
Em energia salutar
Pois tenho vocês meus amigos
Com carinho a me tratar

Obrigada e um beijo
Que agora é Natal
Meu carinho é festeiro
Pois amigos melhores não há.

Feliz Natal 
Próspero Ano Novo!!


Teresa Augusto Shanor
19/12/2010 - 21:15h


terça-feira, 28 de setembro de 2010

Amor Viciante


Amor Viciante
(Teresa Augusto Shanor)


Paixão fulminante
Rompendo barreiras
Quatro vidas entrelaçadas
Em minha cabeceira

Sou como viciada
Vivo na fogueira
Sem meus amores não vivo
Sou que nem trepadeira

Os meus dois maridos
Trato com muito carinho
Sem êles não vivo
E seus nomes são lindos

Sem falar no amante
Que vive em vôo rasante
Só quero estar nele
Dia e noite a todo instante

Adoro um de paixão
E amo o outro de montão
Ambos não se entendem
E vivem no maior perrengue

Mas o terceiro une a todos
Numa louca diversão
E vamos os quatro seguindo
Em viagem de pura emoção

Um me faz ter roupantes
Quando para agonizante
O outro me deixa feliz
Com seu lucro incessante

O terceiro me leva para viagem
A lugares excitantes
Me enche de alegria
Em emoções radiantes

Me deleito em cada esquina
Em realidade virtuante
Amo vocês meus queridos
Dois maridos e um amante

Google, Microsoft e Web
Vocês são muito excitantes
Confesso sem vocês não vivo
Eu os quero a todo instante.

Ah doce amor viciante!!!



Teresa Augusto Shanor
28/09/2010 - 22:00h


quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Ponto de Vista


Eu penso que no amor, cada um tem a sua fórmula, a sua medida, portanto, é perda de tempo discutir a receita certa do amor, já que cada Ser enxerga a vida e os sentimentos por um prisma diferente dos outros, prisma único, só seu, de acordo com o estágio moral e espiritual de sua trajetória universal.

Eu exponho o meu ponto de vista, mas respeito o ponto de vista alheio, pois sei ser pequeno o meu conhecimento e por certo, estou longe da sabedoria. Externo apenas o que penso e sinto, de acordo com a minha experiência de vida e estágio espiritual em que me encontro.



Feliz Primavera!!



Teresa Augusto Shanor
22/09/2010 - 08:26h




imagem: www.alegriadasflores.com


****

domingo, 19 de setembro de 2010

Primavera!!






Vem chegando a Primavera e com ela uma explosão de cores e perfumes, vislumbrando os nossos olhos e encantando a nossa alma.
Em homenagem à essa estação tão romântica e carregada de ótimas energias, resolvi postar o significado de algumas flores, desejando a todos uma feliz Primavera!


Acácia amarela: amor secreto; 
Acácia branca ou rosada: elegância; 
Amor perfeito: meditação, recordações, reflexão; 
Camélia branca: beleza perfeita; 
Camélia rosada: grandeza da alma; 
Camélia vermelha: reconhecimento; 
Cravo amarelo: desdém; 
Cravo branco: amor ardente, ingenuidade, talento; 
Cravo rosado: preferência; 
Cravo vermelho: amor vivo; 
Crisântemo amarelo: amor frágil; 
Crisântemo branco: verdade; 
Crisântemo vermelho: amor; 
Dália amarela: união recíproca; 
Dália rosada: delicadeza; 
Dália vermelha: olhos abrasadores; 
Girassol: dignidade, glória, paixão; 
Hortência: frieza, indiferença; 
Jasmim: amor, beleza delicada, graça; 
Lírio: casamento, doçura, inocência, majestade, pureza; 
Magnólia: amor à natureza, simpatia; 
Margarida: inocência, virgindade; 
Miosótis: amor sincero, fidelidade; 
Narciso: egoísmo, introvérsia, vaidade; 
Papoila: fertilidade, ressurreição, sonho; 
Rosa vermelha:  amor e paixão; 
Rosa amarela: felicidade e amizade; 
Rosa rosa: carinho e amizade; 
Rosa branca: pureza e a paz; 
Rosa laranja: fascínio e encanto; 
Tulipa amarela: amor sem esperança; 
Tulipa vermelha: declaração de amor; 
Violeta: lealdade, modéstia. 


Feliz Primavera!!



quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Quando é Amor...




Quando um sentimento beira às raias da loucura a ponto de perder o discernimento, isto significa que estamos apaixonados.

A paixão é assim...
tudo fica desproporcional e o mundo agita-se convulsivamente, movido pela fascinação e desespero do momento. Fica-se enlouquecido de tanto querer!

Mas a paixão, tal qual um furacão, é passageira.
Nenhuma paixão dura uma vida inteira.
E quando uma paixão é verdadeira, sou seja, nascida com base em sentimento profundo e não ilusório, acaba por se abrandar e passa pela transformação da serenidade, equilíbrio, docilidade.

Quando a paixão chega nesse ponto, tornando-se estável sem abrir mão das emoções profundas, significa que tornou-se amor.

O amor é assim...
calmo, sereno, desprendido, consciente, constante, não importando quantos temporais se atravessem.

Mas isso não impede que o amor tenha os seus momentos vibrantes, qual um sol que, embora com sua energia centrada, expele línguas de fogo, por determinados momentos, a que os cientistas chamam de atividade solar.
O amor irradia luz, alegria, nos impulsiona a seguir firmes e fortes, sempre em frente, mas também não nos tira a liberdade de sermos quem somos.
O amor não nos tira a individualidade, não nos escraviza, apenas ama e segue feliz em nos ver felizes.

O que nos incomoda no amor, é a necessidade de unir os corpos, de se tocar, o que é natural, embora não seja prioridade.
Pode-se estar mais juntos à distância, do que dois corpos são capazes de se fundir.

O amor é fruto nascido da árvore da alma.
A paixão é fruto nascido da árvore do corpo.
O amor é puro sentimento.
A paixão são hormônios e adrenalina em ebulição.
O corpo acaba, assim como a paixão.
O amor se eterniza, assim como a alma é imortal.

Mas é delicioso o toque de quem se ama. Não dá para negar.
Mas no caso, são os corpos completando as almas, que já entrelaçadas não precisam de mais nada, apenas se deleitam numa condição "apaixonada".

E é assim que penso ser o amor e a paixão.
É preciso o contato físico, mas sei que mesmo sem esse contato, o sentimento de amor se fortalece, não morre, se nem sempre pode-se usufruir do contato físico.


Teresa Augusto Shanor
15/09/2010 - 09:00h




sábado, 11 de setembro de 2010

Meu Vídeo Favorito

Desafio...



Hoje, minha filha de 14 anos participou da 2ª fase do Campeonato das Olimpíadas de Matemática em nossa cidade.

Ela saiu confiante depois da prova, toda feliz.
Eu sei o quanto ela se dedicou para fazer essa prova.
Estou muito orgulhosa da minha linda princesa, que adora desafios.

Bom navegar em águas límpidas, mansas e carregadas de vida.

Parabéns querida Nórika!

Você merece toda a felicidade do mundo, por sua garra, persistência, coragem e lindos sonhos que acalenta
e um deles eu sei que é estudar Engenharia Naval, entre tantas outras coisas.
Um verdadeiro desafio para uma mulher.
Admiro a sua visão prática e lógica, coisa que estou longe de possuir.

Você é um presente que Deus me enviou em forma de anjo, para me ensinar a viver mais de acordo com a realidade que muitas vezes, finjo não existir, mascarando com lindos sonhos que só existem dentro de mim.

Obrigada por você existir, minha linda filha, e estar ao meu lado.

Amo você muitoooooo!!!

Um beijo de Luz em seu lindinho coração!


Teresa Augusto Shanor
 11/09/2010 - 20:30h

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Viver Infinito




Para mim a vida é uma festa de cores e sons
olhos e bocas, risos e choros manhosos
de olhares misteriosos
de aperto de mãos e energia fluindo
de sonhos sentidos e corações divididos
de amores eternos e emoções em conflito
de desejo e luta pelo sexto sentido
na paz e na luz, do viver infinito.


Teresa Augusto Shanor
26/07/2009 - 13:00h




*****

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Luz do Amor





A luz do Amor está sempre presente, 
quando nos doamos em carinho que brota de nossa alma, 
qual flores perfumando o mundo.


Teresa Augusto Shanor
30/07/2010 - 14h



*****

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Ei...




Ei...

Já sorriu hoje?
Vamos, há quanto tempo não admira a beleza da vida?

Ah, os problemas... Está mergulhado neles, não é?
Tanta pressão, que tem horas que pensa que não aguentará!
É tudo tão complicado...

Mas será que a irritação tem lhe ajudado a resolver suas dificuldades?
Claro que não!
O máximo que lhe proporciona é aumentar o seu mal estar...

E que desânimo é esse? 
Permanecer com os olhos fixados para o chão também não lhe ajuda em nada!
Vamos, é um filho de Deus!
Confia no Pai que não lhe criou para sofrer, mas sim para ser a eterna centelha de luz.

Brilhe a vossa luz!

Hã?  Que luz?  
Essa que encontra-se bem escondida em seu íntimo.
Acredite em seu potencial e acabará se surpreendendo com quantos talentos que possui.

Ah, são muitos os obstáculos?
Persevere e persevere mais um pouco, só assim pode vencer a tempestade.

Tem medo?
Não temas !
Se segue adiante, saiba que não segue sozinho e o socorro sempre surgirá no momento oportuno.

Sofreu uma grande decepção?
Derrame lágrimas sim, alivie sua alma, mas depois, volte a agir, porque ainda há muitas portas lhe esperando e como pensa que irá adentrá-las optando em ficar parado?

Sente-se infeliz?
Vamos refletir um pouco?
Suas escolhas não contribuíram em nada para esse sentimento?

Se a resposta for sim, ao invés de se martirizar, que tal recomeçar?
Sim, recomeçar, agora!
Por que continuar se sentindo incapaz?

Viemos a esse mundo para evoluir, não para sofrer eternamente.
Se o Pai acredita em você, por qual razão também não acredita?
Vamos, recomece!

Hummm, parece complicado demais?
Que tal um passo de cada vez?

Nenhuma mudança é imediata, pelo contrário, é gradativa.
Só que se não começarmos, nada muda.
E é preciso começar no hoje!

Ficar esperando só pelo Alto não resolve o problema.
Busquemos o Alto para renovar nossas forças, mas também usemos nossas mãos para trabalhar pelo nosso progresso.
Se não fizer isso, quem pensa que fará? A responsabilidade é nossa!

Já percebeu que ficar só a reclamar de nada resolve, vamos então mudar o jogo?
E diga, há quanto tempo não faz algo que lhe traga alegria, paz de espírito?
Faz tempo, né?

Sempre tão focado nas angústias...
Mas que tal começar a olhar para o outro lado?
Quem sabe não possa fazer algo diferente?
Já passou a tarde a brincar com crianças de um orfanato?
Visitou um asilo?
Ou qualquer outro trabalho voluntário?
Tem tanta coisa...
Tente e verá como se sentirá bem melhor e como muitas angústias diminuem...

Busca por amor?
Ah, todos buscamos, não é?
Mas seja sincero, o que está fazendo para encontrá-lo?

Ficar só a esperar é complicado...
Por que não passar a amar mais?
Independente da pessoa e local, afinal como diz a famosa oração: “É amando que somos amados”

Tem tanta coisa para fazer e nunca sobra tempo...
Quem sabe amanhã...
Querido (a), não deixe para manhã, as oportunidades surgem hoje!

Sente-se sempre cansado?
Perceba se não está gastando muita energia em pensamentos que não levam a lugar nenhum.

Pensamentos negativos desgastam mais do que possamos imaginar!

Seja otimista.

Mesmo quando estiver passando pelo sofrimento! Sim, senhor (a), se não acredita que um novo amanhecer surgirá, como pensa enxergá-lo???

Nova pergunta:

Há quanto tempo foi a sua última risada?
Ihhh, nem se lembra?
Vamos rever essa equação?

Vida também é alegria!
E como espera que a renovação ocorra sempre de cabeça baixa e semblante fechado.
Sorria para a vida e ela lhe retribuirá.
Arrisque e verá como é verdade.

As pessoas são complicadas?
Você também é, mas não fique triste, todos somos!
Afinal para a perfeição nos falta muitoooo.
Mas que tal ao invés de julgar, praticarmos o respeito, a fraternidade, o amor ?

Veremos como aquela pessoa que tem fragilidades também tem tantas qualidades, assim como nós.

E cá entre nós, se somos todos filhos do mesmo Pai, que nos criou com amor e misericórdia, por que razão seria diferente?

Falta-lhe esperança?
Tudo bem, mas saiba que ela jamais morre, então que tal começar a investir nela?
Como?
Com simples gestos...
Pra começar, qual a primeira coisa que faz ao acordar?

Reclamar?
Nada bom, hein?

Que tal mudarmos para uma prece?
Uma simples prece?
Vale poucas frases, mas que sejam verdadeiras, que expressem o que realmente sente.

Nossa, verá como farão toda a diferença.

Enfrentou discórdia, injustiça e ataques de todos os lados?
Viu como você é especial?
Calma, não é ironia, mas vamos pensar, se não houvesse a menor chance em sua regeneração, por que as trevas tentariam tanto lhe prejudicar?

Você é especial sim!
Encare qualquer adversidade como aprendizado e sairá dela muito mais amadurecido espiritualmente.

As sombras podem se aproximar, mas só ficarão se assim permitirmos, lembre-se disso!

As noites são de solidão?
Ao invés de ficar amargurado, deixando portas e janelas abertas para influenciações negativas, que tal fazer outra coisa?
Uma leitura edificante, escrever, ouvir uma música, assistir um bom filme, tem tanta coisa que o acalmará e permitirá que os benfeitores espirituais possam lhe auxiliar.

Por que cá entre nós quando estamos ligados ao pessimismo como eles podem se aproximar? Fica difícil atravessar as espessas nuvens que criamos ...

Cometeu um engano?
Uma tremenda besteira?
Primeiro passo é reconhecer e depois vamos buscar reconstruir o que destruímos?
Quando nos empenhamos em buscar o bem, os caminhos nos são mostrados.

Foi duramente ferido na alma?
O perdão ainda está no outro continente?
Tudo bem, mas que tal ao invés de carregar sozinho esse imenso fardo, não compartilhá-lo com o Mestre Jesus que com certeza lhe mostrará que o perdão não é tão impossível?

Tudo ao seu tempo, mas para esse tempo chegar é preciso abrir o coração.

Que tal?
Ainda se sente pequenino?
Normal em alguns dias se sentir assim, mas não vamos fazer disso rotina!
Recorde de quantas lutas já enfrentou e saiu vencedor.
Lembra daquele desafio do passado que lhe causou tanta aflição?
Parecia invencível, mas você triunfou!
Teve derrotas sim, mas percebeu como elas contribuíram para o seu crescimento espiritual?
E o mesmo irá ocorrer agora.
Novas batalhas, conquistas e perdas, mas sempre amparado pela espiritualidade.

Avante!

O mundo lhe parece sem graça?
Mas sobre qual ótica está o enxergando?
Vamos colorir um pouco o nosso dia a dia?
Façamos um acordo conosco mesmo de pelo menos alguns minutos por dia deixar os problemas de lado, fechar os olhos, respirar e sentir a doce sensação em forma de um abraço.
Abraço esse que é a espiritualidade a lhe dizer: “Estamos aqui”
E quando abrir os olhos certamente não se sentirá o mesmo...
Nova força terá surgido.

Descrê?
Então tente !!!
Mas não esqueça de abrir o coração, hein?
Sim querido, nunca estamos desamparados.
Façamos a nossa parte, porque a Providência Divina há muito tempo já faz a parte dela.
Lembra do “Ajuda-te e o céu te ajudará”?
É isso.

Muitos passos a serem dados?
E quem disse que é tudo de uma vez?
Gradativamente, lembram-se?
Que tal uma coisa de cada vez?

Comecemos agora, depois mais um pouco, amanhã também e depois idem.
Quando olharmos para trás, nossa quanta diferença!!!!!!!!
Passo a passo e cada vez mais próximos de um novo horizonte.
E tendo sempre ao nosso lado o Mestre Jesus, que nunca nos abandonará.
Então vamos caminhar com Ele?
Ele continua a lhe aguardar de mãos estendidas
E você?
Ei....


Sônia Carvalho
29/04/10
autora do Livro "E a Vida se Renova"
colaboradora do site
"www.alegriadeviver.net"



*****

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Duplicidade em Reciprocidade




A duplicidade é irmã da reciprocidade.

É interessante a reciprocidade de cada atitude.

Se usamos o carinho, recebemos carinho em dôbro;

Se usamos a transparência, recebemos a verdade sempre;

Se usamos a solidariedade, recebemos gratidão eterna;

Se usamos a compreensão, teremos gratidão em dôbro;

Se usamos o amor, teremos amor em dôbro;

Se usamos a aspereza, recebemos aspereza em dôbro;

Se usamos o desdém, recebemos frivolidade em dôbro;

Se usamos a brutalidade, recebemos violência em dôbro;

Se usamos o desprezo, recebemos mágoa em dôbro;

Se usamos de falsidade, teremos máscaras aos montes;

Se usamos de picaretagem, teremos sabotagem em dôbro;

Se usamos o ódio, teremos lágrimas de sangue para chorar.

E assim a vida vai...e vem, de acordo com o que se faz.


Ah...e não me digam "Olho por olho e acabam todos cegos", pois como se vê, a opção é farta e de livre escolha.



Teresa Augusto Shanor
23/07/2010 - 10:30h



*****

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Lei da Natureza





Todos sabemos que é preciso respeitar a natureza.

Mas precisamos também respeitar as leis que regem a natureza, pois elas preservam a harmonia e o equilibrio da vida na Terra.

Quando não respeitamos as leis da natureza ocorre um desequilíbrio e gera reações, causando problemas.

Entre todos os animais, existem leis que regulam todo o processo de vida, evitando assim o desequilíbrio, e quando não respeitamos, sofremos.

Passei por uma experiencia essa semana, justamente por não respeitar uma regra básica da natureza, chamada limite de território.

Todo animal tem o seu território e quem se atreve a invadi-lo, paga o preço da imprudência.

Tenho uma cadela que fica no quintal e dorme num  pequeno quarto de despejo, que tem nos fundos da casa.

Ao limpar essa área, o correto seria eu colocar a cadela em outro lugar da casa, pois sendo esse espaço o seu território natural onde reside, ela controla tudo com seu instinto animal.

Mas ela é tão obediente e boazinha, que não julguei ser necessário coloca-la em outro ambiente para efetuar a limpeza.

Recolhendo a bagunça e o lixo natural da cadela, deparei-me com um pedaço de pão que as crianças  deram a ela na noite anterior.

Como ela não gosta de pão, deixou-o abandonado no meio do quintal.

Ao pegar o pedaço de pão e coloca-lo num pequeno jornal para embrulhar e juntar ao lixo, o mesmo caiu
para fora e o empurrei com o pé. No mesmo instante, a minha cadelinha tão mansinha, atirou-se ferozmente para o pedaço de pão, abocanhando juntamente, o meu pé na região dos dedos, causando um talho consideravel em um dos dedos, surgindo um relativo sangramento.

Alí, eu concluí que o erro foi meu.

Ela não é agressiva com a família, só com estranhos.
O que aconteceu é que eu estava tirando algo de seu território, o qual foi defender como pode, e eu paguei
pela minha imprudência.

As crianças acharam que ela me atacou, mas na verdade ela só tentou pegar o que era dela. Gostando ou não do pão, ele foi dado a ela e estava alí, no território dela e eu não me dei conta disso.

Um cão pode ser muito obediente, mas ele sabe que  um alvo na altura do seu focinho é facil ser dominado.

Então melhor não facilitarmos para não levarmos mordidas no rosto como acontece por aí com muitas pessoas, principalmente crianças pequenas.

Aprendi tambem que quando ela se atira para lutar com outro cão, se eu a tocar, serei agredida pois na fúria, ela não distingue quem está tocando e ataca por todos os lados. Então melhor não tentar apartar com as mãos. Já levei bocanhadas por isso.

E finalmente aprendi que sempre que limpar as coisas do animal, no caso minha cadela, terei que tira-la
de perto.

É assim...vivendo e aprendendo.



Teresa Augusto Shanor
19/07/2010



*****

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Encanto da Vida




Ah essa brisa suave
Que toca minha pele de leve
Ah esse sol tão brilhante
Que aquece o corpo
E alegra a alma...

Hoje as flores se abriram
Para saudar o  rei Sol
Que depois de dias de chuva
Resurgiu e iluminou como farol.

Estou feliz a cantar
Estou feliz a bailar
É bom sorrir e flutuar
Na magia de ser e amar...


 
Teresa Augusto Shanor
19/07/2010 - 22:46h



*****

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Bolo de Cenoura Especial




Todos sabemos que o delicioso bolo de cenoura leva uma chicara cheia de óleo e por isso, pessoas que evitam gordura por problemas de saúde ou obesidade, evitam come-lo.

É o caso de minha mãe, de 80 anos de idade, que tem a vesícula vagarosa e não tolera nenhuma gordura.

Como minha mãe não quer operar a vesícula, vive num regime muito rigoroso em relação às gorduras, independente se saturadas ou não.

Assim sendo, adaptei esta receita às necessidade de minha mãe e faço o mesmo bolo, só que sem o óleo.

Fica bem macio, pois a base da massa é a mesma de Pão de Ló.

Deixo aqui a receita para quem quiser pegar:


BOLO DE CENOURA ESPECIAL


Ingredientes:

4 ovos
2 chícaras (chá) de açúcar refinado
1 colher (chá) de essencia de baunilha (se quiser)
2 chícaras (cha) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
3 cenouras médias



Modo de fazer:

Lave a cenoura com uma buchinha ou escova, sem retirar a pele pois é nela que está a maior concentração de vitaminas.

Corte as duas extremidades e jogue fora.

Passe as cenouras por uma Centrifuga, para separar o caldo da polpa.

A quantia do caldo deve ser de uma chicara (chá) ou copo de 200ml.

Reserve.


Numa batedeira, bata a clara do ovo até o ponto de suspiro.
Acrescente a gema e continue batendo.
Acrescente o açucar aos poucos, alternando com o caldo da cenoura.
Acrescente a baunilha, se quiser e continue batendo.
Coloque a farinha de trigo aos poucos, em velocidade baixa até ficar  uma massa homogenea.
Desligue a batedeira e acrescente o fermento, misturando bem, mas sem bater.

Unte uma forma redonda com furo no meio ou retangular nº3 com manteiga ou margarina e polvilhe com farinha de trigo.

Despeje a massa na forma e leve para assar em fogo médio até que as bordas fiquem soltas.

Pronto.



DICAS

Se usar chícara (chá) grande como medida, use um copo 200 ml de caldo de cenoura.

Se usar chícara (chá) menor como medida, use a mesma chícara para o  caldo de cenoura.

Se quiser, antes de colocar a farinha de trigo, coloque a polpa da cenoura que ficou na centrífuga, para reforçar o sabor de cenoura no bolo.  Nesse caso, a massa ficará menos macia mas igualmente saborosa e mais nutritiva.

Ao colocar o fermento em pó, evite que fiquem bolinhas sem se dissolver, misturando em movimentos de baixo para cima para aerar o fermento e misturar de maneira uniforme.

Muitos recomendam fazer o mesmo com a farinha de trigo, mas eu sempre usei a batedeira para misturar a farinha e nunca tive problemas.

O copo de 200ml é  igual a um copo americano.

Se desejar, faça uma calda a seu gosto e cubra o bolo.
Na receita básica usa-se a calda de chocolate para cobertura, mas muitos preferem comer sem cobertura alguma, ou com calda de caramelo.


Bom Apetite!


Teresa Augusto Shanor
        16/07/2010 - 19h



*****

terça-feira, 13 de julho de 2010

Olhares...




Dois olhares que se cruzam
Na fronteira do universo
Nada mais que os perturbe
Só magia e encanto

O mundo desaparece
Na pulsação das estrelas
Que brilham no infinito
Que existe entre dois olhares
Num momento de querência
Rasgando a alma na inocência



Teresa Augusto Shanor
10/07/2010 - 15:30h



*****

Encontro ao Luar


O entardecer se retira para dar lugar à noite
que delicadamente começa a se esboçar.
Na areia molhada a beira mar
passeio para um pouco me refrescar
displicente, olho a lua
com raios prateados a me banhar.
Vagueio os olhos pela imensidão do espaço
respiro fundo para alargar-me
no espaço de meus sentidos
e fechando os meus olhos
ouço no silêncio a maré dançar
e o toque úmido da noite
minha pele a hidratar.

Ah...esta luz do luar
como que a me inspirar
me faz os sentidos aflorar
numa energia poderosa
quase a me sufocar.
Pulso, suspiro, desejo
tuas quentes mãos alcançar
sinto teu toque em meus braços
suavemente a deslizar.
Tomas as minhas mãos
e carinhosamente começas a apertar...
Sinto tão perto o teu respirar
sinto o calor do teu corpo se aproximar
teus olhos meus olhos está a olhar
e nos falamos sem uma só palavra pronunciar.
Estamos frente a frente apenas a nos olhar
mas eu estou em ti
e em mim tu estás.
Nossos sentidos se mesclam
e o mundo está a girar
como a centrifugar nossas forças
para numa só liga soldar.

Encosto meu rosto em teu peito
e tu suave a me abraçar
unidos em um só coração
peito a peito eternizamos a nossa união.
Já não quero mais sair
deste paraiso de emoção
mas a brisa toca meu rosto
fazendo-me acordar
deste encontro tão real
tendo por testemunha o luar
que já se faz alto e brilhante
com seu magnetismo tudo a imantar.
Já não me sinto mais só
tu estás em mim a pulsar
e te sinto no fundo do meu peito
com jeitinho se aninhar
com muito amor e carinho
minha felicidade a embalar.

Este foi só um encontro
de nossas almas a sonhar
pois é este o nosso jeito
o nosso jeito de amar.



Teresa Augusto Shanor
17/09/2008 -18:36h


*****

quinta-feira, 8 de julho de 2010

O meu modo de ver a mulher




O valor de uma mulher




Ser mulher...


...é mais que ser linda, curvas e pele perfeitas, sensual, provocante, bem maquilada e perfumada e estar no top social e na crista da onda;

...é mais que exibir-se como um bibelô que só serve de enfeite e usar batons caros numa boca exuberante e sensual, de onde só sai farpas contra mulheres bem sucedidas, a quem não se perdoa, por não ter a mesma classe social e econômica, nem belos dotes físicos, nem o ritual caríssimo de institutos de beleza que cobram os olhos da cara de quem pode pagar para se embelezar e em muitos casos, para camuflar o jacaré cascudo que existe na alma de algumas mulheres preconceituosas e arrogantes, que se julgam estar acima de todas as outras mulheres do mundo, pelo seu poder aquisitivo;

...é ter fibra e carater suficientes para enfrentar temporais terríveis em crises conjugais, familiares, sociais e íntimas, sem abandonar o barco, sem castigar cruelmente quem cruza os seus caminhos, apenas por não compactuar com suas idéias ou estilo de vida;

...é renunciar ao próprio conforto, à propria realização, aos próprios sonhos, em beneficio de quem se ama ou de quem no abandono, só tem uma chance de vida se lhe for estendida a mão, ajudando-os no que for preciso para salva-los;

...é calar-se, é chorar no silêncio da alma, as dores de uma responsabilidade imensa em prol dos que ama e ainda assim agradecer a Deus a cada dia e sentir a felicidade de ser útil, abrindo mão de muitas coisas a que tem direito, para fazer crescer a vida e o progresso dos seus;

...é não ter medo de encarar a vida e a morte;

...é não ter medo de despentear os cabelos, tão cuidadosamente arrumados, nem de borrar a sua bela maquilagem, quando tem que enfrentar imprevistos ou cair nos braços do ser amado;

...é colocar a mão na massa, trabalhar sem exibicionismo, sem delegar o seu ego, em detrimento do próximo que não pertence à sua classe social, o que evita ser preconceituosa;

...é não tentar apagar o brilho de outras mulheres, para que o seu próprio brilho possa ser percebido, o que evita o risco de ser ridicularizada por outros;

...é ser ela mesma, autêntica, não copiar, mas criar;  isto evita que se caia na mediocridade;

...é ser bem cuidada, mas manter a classe ao se expressar, evitando a vulgaridade;

...é não perder tempo vigiando alguém que se detesta, apenas porque julga esse alguém um incômodo por ter uma capacidade de realização que não se possui;   isto evita de se dar um atestado de incapacidade emocional ao se lidar com as diferenças, por pura inveja;

...é amar infinitamente, sem cobranças, sem manipulação, sem apelação e usar ternura no coração;

...é dar a cada momento, a certeza de que as pessoas que convivem no seu nucleo familiar e social, possam contar sempre com seu equilibrio, discernimento, bondade, solidariedade e, seu companheiro de vida, muita felicidade;

...é ser charmosa, simples e bonita, mas de beleza na alma, porque só a casca vazia, por mais linda que seja, um dia racha, quebra e não sobra nada para ser lembrada com carinho algum dia;

...é em meio a uma grande dificuldade financeira, deixar de se embonecar, de gastar o que seria necessário num salão de beleza, para prover o sustento, educação e bem estar de seus filhos, quando não se tem um homem que banque todos os custos essenciais e de luxo;

...é não bancar a gostosa bacana, exibindo-se para o mundo como tal, sendo que isto não é feito às suas próprias custas e sim às custas de um homem que se mata de tanto trabalhar para que se possa ter todo o luxo do mundo;


Que tal se sustentar sozinha e manter uma família, sem se encostar ou explorar quem quer que seja??

Um belo exercício para aprender a ser uma mulher de verdade...

Uma mulher de verdade não perde o seu tempo, desdenhando quem luta para cuidar da própria vida para manter a dignidade, em meio a grande dificuldade.

Por fim...ser mulher é muito mais do que aqui falei, mas não tenho espaço suficiente para faze-lo neste pequeno blog.

Então...sejamos mulher de verdade, cada uma de nós...

e se não pudermos...

ao menos tentemos!!




Teresa Augusto Shanor
    07/07/2010 - 23:25h



*****

quarta-feira, 7 de julho de 2010

terça-feira, 6 de julho de 2010

Luz e Trevas



O Amor é a força mais poderosa
Que a tudo no Universo conduz
O Amor tudo permeia
Transformando trevas em Luz!


Teresa Augusto Shanor
06/07/2010 - 10 h



*****
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...