terça-feira, 28 de setembro de 2010

Amor Viciante


Amor Viciante
(Teresa Augusto Shanor)


Paixão fulminante
Rompendo barreiras
Quatro vidas entrelaçadas
Em minha cabeceira

Sou como viciada
Vivo na fogueira
Sem meus amores não vivo
Sou que nem trepadeira

Os meus dois maridos
Trato com muito carinho
Sem êles não vivo
E seus nomes são lindos

Sem falar no amante
Que vive em vôo rasante
Só quero estar nele
Dia e noite a todo instante

Adoro um de paixão
E amo o outro de montão
Ambos não se entendem
E vivem no maior perrengue

Mas o terceiro une a todos
Numa louca diversão
E vamos os quatro seguindo
Em viagem de pura emoção

Um me faz ter roupantes
Quando para agonizante
O outro me deixa feliz
Com seu lucro incessante

O terceiro me leva para viagem
A lugares excitantes
Me enche de alegria
Em emoções radiantes

Me deleito em cada esquina
Em realidade virtuante
Amo vocês meus queridos
Dois maridos e um amante

Google, Microsoft e Web
Vocês são muito excitantes
Confesso sem vocês não vivo
Eu os quero a todo instante.

Ah doce amor viciante!!!



Teresa Augusto Shanor
28/09/2010 - 22:00h


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...